Loading...

Cadeiras para trabalhar

0 comments
nov 21 2011

Pioneira no esforço de ser compatível com diversas compleições físicas e contendo várias inovações no projeto de cadeiras destinadas a escritórios modernos, o design da “Aeron Chair“, datado de 1994, abriu um mundo novo na criação de cadeiras aprorpiadas aos ambientes de trabalho. Considerando apenas peso e altura de cada usuário, a peça pode vir em três tamanhos diferentes e permite ajuste de altura do assento, encosto e apoio dos braços, inclinação do encosto e do apoio dos braços, entre outras, e utiliza tela no assento e no encosto, o que permite ao corpo “respirar”. Além de toda a ergonomia a cadeira possui generosos 94% de itens recicláveis, isto é, também é “amiga do planeta”.

Da mesma época a “Leap” também foi produzida com diversos ajustes como sua principal rival, destacando-se os mecanismos de ajuste que apoiam a região lombar e outro, separado, para a parte superior da coluna. Estofada, agrada a quem prefere um apoio mais efetivo ao corpo além de possuir ajuste opcional para a cabeça, e também ser composta por 98% de mateiriais recicláveis.

Do mesmo fabricante da Aeron, “Mirra” foi um lançamento mais voltado para a estética do que efetivamente para a ergonomia. Com vários ajustes da anterior, possui também encosto colorido com 567 orifícios que criam três zonas flexíveis nesta área, de modo que o suporte para a coluna seja feito naturalmente. Também seu assento, estofado, se ajusta ao peso do corpo distribuindo o peso com naturalidade. Além disso já contém 42% de material reciclado em sua composição.

Inspirada nos complexos movimentos da coluna humana, a “Embody Chair” baseou-se na ideia de criar uma peça que melhorasse a postura de quem a utilizasse. Com diversos pontos de apoio no encosto, a cadeira se acomoda às curvas de cada pessoa, melhorando a circulação sanguínea e eliminando o desconforto. Também o assento é composto por uma rede de pontos que distribui o peso do corpo e os tecidos que revestem a peça permitem que a pele respire.