Loading...

Decorando paredes de tijolinhos

0 comments
fev 18 2018

Você sabe apor uma obra de arte – ou um simples pôster – sobre sua parede de tijolinhos?

Muita gente sonha em ter uma parede revestida em tijolinhos. Aí, passa-se o tempo, chega a hora e… conquista! A tão sonhada parede agora está mais perto que nunca, pois os famosos “bricks on the wall” agora podem ser alcançados com um esforço muito menor do que “descobrir” uma parede antiga num prédio idem e os produtos cimentícios da Passeio são uma prova disso: nossa linha de “Briques” possui inúmeros acabamentos, cores e tonalidades para atendermos a diversos sonhos, com espessura, peso e dimensões feitas para as construções contemporâneas. Daí que, todos podem ter a sua acalentada, ‘trendy‘, e desejada parede sem sustos, sem esperas, sem demoras. É só programar a data da “transformação”.

Mas é verdade também que elas costumam ser parte de um plano maior, um estilo de vida. Quem curte ter uma casa com uma parede revestida assim, tem toda uma linguagem de bem viver que se completa com outros itens – e com eles a parede vai junto. Daí que separamos algumas ideias de decoração da tal parede, que você até pode já ter pensado – ou não. Pode ser uma sofisticação de uma ideia sua, ou uma ideia nova que não lhe ocorreu. O que importa é que fique muito, muito interessante, diferente ou até mesmo surpreendente. Acolhedora, cozy, descolada, estilosa, descontraída, do jeito que você pensar: o mais legal é observar e até criar algo novo em cima do que você ver nas imagens.

Normalmente o que mais se utiliza sobre tijolinhos, ainda mais no tom do material: fotos e imagens tipo jornalísticas em preto e branco. É que estas imagens são, de um modo geral, minimalistas e como as linhas e o tom do material já traz muito movimento aos ambientes, prefere-se não exagerar usando imagens coloridas ou em estilos mais trabalhados. É prático e fácil e costuma sempre dar certo.

Em uma sala com móveis clássicos o tijolinho escuro recebeu pintura tipo grafitti. Não tenha dúvida: combina super bem com o jeito descontraído do material e se você faz ou tem um amigo que sabe fazer bem algo no estilo, faça-o aí mesmo, na sua sala, quarto ou corredor, onde possível. Fica diferente, exclusivo, único. Todo mundo vai querer ver e copiar, mas poucos vão conseguir…

Sobre tijolinhos escuros as coisas são mais complicadas, mas observe o uso de objetos como fica prático e bonito – mais ainda se forem rústicos como couro, metais envelhecidos ou madeira também rústica. Neste caso cintas em couro usadas em animais foram dispostas ao lado de um pequeno quadrinho e ficou muito legal. Experimente também com objetos inusitados como instrumentos musicais, tachos de cozinhar antigos, peças industriais sem uso, etc.

Em interiores contemporâneos, a tendência normalmente é a de conjugar apenas uma obra de arte por parede quando se utiliza tijolinhos como revestimento. Na imagem, um bom exemplo do caso: o quadro é moderno, com cores e temas mais atuais e parece estar sozinho sobre um segmento que se pode considerar que fica o sofá e forma um pequeno estar próximo à janela. Ou seja: menos é mais.

Sobre tijolinhos brancos ou claros o melhor é usar o contraste de peças mais escuras, como as de madeira, por exemplo. Prateleiras com objetos como na imagem são interessantes desde que elas não atrapalhem a funcionalidade do ambiente – ou que sejam parte dela. Peças bem estreitas de madeira ou outro material como gesso ou laminados que suportem obras de arte também são bons para não se perfurar a parede.

Pôsters e arte moderna utilizada com molduras finas e coloridas também são uma boa pedida para paredes de tijolinhos. Aqui uma peça sozinha ocupa toda uma parede, mas arranjos com várias peças também são possíveis, bem como misturas com quadros, fotografias e objetos.