Loading...

Dois balanços

0 comments
set 02 2017

Os dois balanços lançados no DW! 2017 em São Paulo neste mês: design nacional da melhor qualidade.

Devidamente lançados no Design Weekend de São Paulo – o DW! 2017, que ocorreu de 9 a 13 de agosto últimos, e que brevemente deverá se tornar a primeira “Semana de Design” brasileira – “Pêndulo” e “Ipê“, criados respectivamente por Ruy Ohtake e Sérgio J. Matos mostram tanto a versatilidade do design nacional quanto como a tipologia “balanços”, têm tido espaço nos últimos tempos no panorama nacional.

Doisbal2

Ruy Ohtake e algumas cores de “Pêndulo”.

Ruy dispensa apresentações: considerado um dos mais legítimos representantes da arquitetura brasileira, é natural de São Paulo e é para este estado que mais projetou, No entanto possui construções importantes em todo território nacional e também no exterior. Filho de ninguém menos que a artista plástica Tomie Ohtake, é multi talentoso, e já transitou por inúmeras áreas correlatas à arquitetura, como não poderia deixar de ser – o design como parte, obviamente. Seus móveis até não são muito comuns, mas sempre deixam uma memória, e isso é o que basta. Já Sérgio, designer de base nascido no Nordeste e por lá mesmo, crescido, criado e vencendo, mostra que o Brasil vem mudando. Fora do eixo
preferencial do país, exibe seu sucesso com vantagem de inovar sempre, de mostrar sempre algo diferente e incomum aos nossos olhos brasileiros – o que dirão os do exterior…

Doisbal3

Sérgio e “Ipê” já em destaque de mostra de decoração.

E as duas peças são as mais especiais: a de Ruy, com seu jeito prático e moderno, agrada logo pelo que é essencial: tamanho, forma, elegância, cores. Não tem muita coisa não, mas mostra ao que veio, e de um jeito forte, afirmativo. Já a de Sergio é trabalhada… dá trabalho até analisar como é construída, como é montada, mas dá prazer de ver sua beleza e seus desenhos que lembram as folhas de um ipê. E fica linda se o lugar onde for colocada for meio “frio”, meio seco, sem muita coisa. Ela “enche”, “preenche” e faz presença. Mostra ao que veio. Ambas brasileiríssimas com seu jeito de ser, mais discreto, mais sensual, ambas para uso em ambientes assim ou assado, ambas lúdicas e deliciosas. Um show de design. Do bom design brasileiro, com certeza.