Loading...

Inspiração: banheiros

0 comments
jan 14 2013
/
O belo banheiro com parede preta feita com pequenas pastilhas retangulares tem banheira e mureta brancas para constrastar. Já o da direita, com acesso amplo do exterior, teve piso revestido com antigas pastilhas sextavadas pretas e um amplo box fechado com cortina preta. O restante do espaço foi feito em branco. Ambientes de grande impacto e sobriedade.

Quando se começa a decorar uma residência e não se é profissional, inúmeras ideias surgem na mente das pessoas: a compra de revistas de interiores e arquitetura aumenta, a conversa com quem já “passou pelo problema” é comum e as consultas e buscas na internet se avolumam. Esta busca incessante por um – e um único – espaço que reflita tudo com o que se sonha ter em sua própria casa, que caiba no orçamento e no tamanho dos espaços é muito prolífica e, em geral, a abundância de resultados acaba por criar um “pastiche” (uma colagem, um mosaico), de ambiente – e não uma opção sólida e coerente. Quando se parte para executar o que se viu, misturando diversas ideias e materiais, o resultado é, quase sempre confuso e diferente do que se sonhava.

Branco como base no banheiro com banheira solta ("free standing"), tendo piso em pastilhas antigas em branco e meia parede em cerâmica retangular que imita mármore carrara. Note a janela redonda, tipo "escotilha" e o banco em madeira crua. No outro exemplo, parede revestida em tom neutro recebe bancada em madeira sem acabamento e recebe duas cubas de sobrepor profundas em branco. O espelho largo e estreito dá o toque de minimalismo.

Para evitar tal coisa, o ideal é, realmente, consultar um profissional. Se tal não for desejado ou possível por qualquer motivo, o melhor a fazer é se deter a umas poucas, pouquíssimas ideias que agradam mais e partir para a obra contratando-se, ao menos, um bom mestre de obras.

Para um visual rústico aproveite tudo que tem o toque do tempo em sua superfície: a cuba solta em pedra foi feita a partir de um velho tanque de lavar roupas. A escada de madeira a seu lado acomoda toalhas e outros itens necessários ao espaço. No outro ambiente, destaque para o antigo piso em pedra e para a poltronete em madeira clara, ótima para apoiar quem se banha na banheira.

Neste post tivemos a ideia de mostrar três tipos de banheiros minimalistas: são poucos móveis e objetos – apenas o essencial para um banheiro – tendo o branco, o preto e os neutros como base complementados por cores neutras – igualmente o branco, o preto e os tons médios. A simplicidade e o despojamento são a tônica e sobre estas bases é possível “colorir” e dar um jeito mais familiar a este espaço. Trata-se de um exercício de imaginação com uma base bastante /simples de modo a não cometer grandes deslizes. Esperamos que você aproveite as sugestões!

Fotos: The Style Files